A profissionalização do escritor brasileiro no século XXI

Por Neila Bruno

bffcee0e18ccd6d4deb6c4012413b5bb3bdb5eb4.jpeg

Crédito da imagem:  Aart-Jan Venema

A fundação de academias, agregando grupos de intelectuais, foi a forma de escritores obterem um primeiro reconhecimento do público. Porém, hoje, o escritor poderá tornar-se independente por meio de uma série de ações no sentido de se inserir numa profissionalização do ofício.
Para alguns, não é de bom tom associar dinheiro com literatura, preferindo apagar o caráter econômico das atividades culturais. Para outros,os planos financeiros  e artísticos, dos quais advém o controle sobre a difusão das obras, permitem através dos lucros a subsistência do escritor.
O fato de que o livro é, atualmente, um produto consolidado no mercado favoreceu o desenvolvimento do ofício do escritor. Paralelo a isso, as mudanças ocorridas no campo literário nas últimas décadas vêm produzindo uma expectativa de melhoria na vida financeira dos autores. Atividades das mais diversas estão aí disponíveis para manter e auxiliar o trabalho de quem escreve: cursos, oficinas de escrita, eventos e festas literárias, feiras do livro nas quais os escritores recebem um cachê para proferirem palestras ou fazerem apresentações. Dessa maneira, muitos escritores pensam em viver de literatura, somando aos direitos autorais, essas atividades ao exercício profissional da escrita.
Quanto à busca da profissionalização, os próprios escritores se veem divididos entre a expectativa de viver exclusivamente da literatura e a aceitação das regras ditadas pelo mercado editorial. Ora, quando um autor resolve publicar seu original, ele deve buscar uma editora (excetuando-se os casos daqueles que preferem custear uma edição independente). Tendo o seu original aceito, a editora se responsabilizará pela leitura, revisão, edição e o projeto gráfico, antes de encaminhar o copião final à gráfica, que imprime e encaderna os livros e os despacha para a distribuidora, que, por sua vez,pode pertencer à própria editora ou não. Na etapa final desse ciclo, o livro é comercializado nas livrarias, físicas ou virtuais. Ou seja, publicar um livro é lançar um produto no mercado, ainda que um produto que não pode se igualar a venda de um sabonete, por
exemplo.
O século XXI viu surgir uma multiplicação de instâncias profissionais ligadas à literatura (sociedades de autores, oficinas para escritores), bem como instâncias de difusão das obras (festas e feiras literárias, imprensa, programas na tv, sites, blogs, redes sociais, entre outros) e de consagração literária (revistas, concursos, prêmios literários). Nesse contexto, a ideia de profissionalização está diretamente ligada à atuação do autor como um agente do mercado. E quanto mais marcante for a sua performance, mais condições ele terá de conquistar um público potencial para seus livros. Entrevistas em programas de televisão, reportagens de jornal, declarações em eventos, resenhas, biografias, fotos em revistas, tudo isso compõe a trajetória do autor.
Por esse motivo, poderíamos dizer que para exercerem o ofício de modo a conquistar a profissionalização, os escritores precisam do respaldo dessas instâncias para garantir a construção de uma carreira literária bem-sucedida.

Anúncios

8 Respostas para “A profissionalização do escritor brasileiro no século XXI

  1. Neila, seu texto chama atenção para algo que nos parece inusitado: a profissionalização do ofício que é escrever. Até pouco tempo, parecia que essa tarefa era restrita a uns poucos iluminados que tinham uma capacidade acima da média e um talento fora do comum para escrever.
    Na atualidade, porém, a pessoa pode se profissionalizar, aprimorar técnicas de escrita, se valer de estratégias mercadológicas para vender o resultado dessa profissionalização de um ofício e, até mesmo, viver disso.

    • Olá Lucicléia, obrigada pela contribuição. No Brasil ainda exista uma aura de que quem escreve não pode viver de seu trabalho. Contudo, os tempos são mais propícios para ofício do escritor, que pode contar com diversas estratégias de profissionalização, como algumas citadas neste post.

  2. Rosimeire Maria dos Santos

    Muito interessante seu texto , pela forma em que você chama atenção sobre a oportunidade do escritor expor sua adição na rede virtual.Pois sabemos que no século atual todos nós estamos conectado a todo vapor.Muito bom Neila Brasil Bruno parabéns querida.bjo Grande!!!!!!!!

    • Olá Rosimeire. Obrigada pela sua contribuição. Sobre a questão virtual, atualmente o que vemos é que os jovens escritores não esperam apenas do mercado. Hoje é possível utilizar diversas oportunidades oferecidas pela internet.

  3. Sim, também acho que hoje em dia o escritor tem muito mais ferramentas e facilidades para escrever. Por outro lado, viver da literatura é quase um sonho para os iniciantes. Temos enormes dificuldades de publicar nossos livros. Depois disso, mais dificuldades para vendê-los. E pior ainda: o leitor está cada dia mais raro. Não têm incentivo nem motivação para ler. Não entendem que a leitura é que vai abrir e formar seus caminhos, descortinar os horizontes, fazer sonhar. Ah, se os livros tivessem a importância de um gol! Seríamos um país de leitores. O seu texto é, como sempre, muito bom, e nos faz debater. Parabéns.

  4. Jornalista Alderacy Pereira da Silva Júnior

    O Fórum Permanente de Artes, Meio Ambiente e Cultura Mineira e a Casa Ouro Preto Ateliê Residência reconhecendo o seu trabalho e grandeza desse para o Fórum em destaque e a contribuição para os diversos artistas, especialmente, comunicam que a pesquisadora e escritora infantil Neila Brasil receberá o Prêmio Roque Camêllo e logo informaremos os detalhes dessa premiação.
    Afetuosamente,
    Alderacy Pereira Da Silva Júnior.
    Jornalista, presidente do Fórum e idealizador da Casa Ouro Preto Ateliê Residência.
    casaouropretomg@gmail.com

  5. Parabéns Neila Brasil por esse excelente texto. Você aborda, com muita propriedade e de forma realmente inédita esse tema tão atual que é a profissionalização do autor. Gostei muito do que li e espero poder ler do que você tem à dizer e desvelar à respeito desse assunto. Sucesso!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s